Aguaceiro (barragem rompida)

 

no aguaceiro da lua cheia

deságuo

e é sem volta

 

sem remédios

finalizei o verão

como quem encerra um ciclo

 

na contagem dos frutos

é mais provável

que eu decomponha

 

mistérios não me salvam

rezo para a dor cessar

libero minhas águas

 

é sem fim:

a dor de quem sente falta

e nada é controlável

 

só resta o estrago

de um peito vazio.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s