Sobre sinais deixados, um pouco de estações

bd4fc8f24b53ddd435177de4485602e1 e9b38bba0206a61970b1442a23910508

Das movimentações que registram meu corpo

as trocas de estações me impressionam mais.

Há de se ter um dia a solução para o encantamento:

onde não há distância, não há saudade

onde não sobrevive a miséria, sobra mãos amáveis.

Não encontro sentido na urbanidade exacerbada

o mato me viu nascer e renascer.

Perante a transição entre a terra e a semente

não há nada tão encorajador

– a terra se dilata, já me disseram.

Me comprovam mais as profecias das avós.

que entre uma estação e outra, as chances se renovam.

Rezos de Marias, de Suelys, de Milenas, de Luanas

as Carolinas me surpreendem pela delicadeza.

Entre uma lua e outra, luz renovada

e as estações vão trocando nossas peles

desvelando as raízes

parindo transições de céus e véus.

Anúncios

2 comentários sobre “Sobre sinais deixados, um pouco de estações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s