A mulher para quem tecerei

A mulher para quem tecerei, a casa dela enfeitarei. À noite, cantarei para que ela durma em paz e sonhe com seu anjo. E lhe darei o cheiro da lua mansa, das noites calmas e do colo da Deusa Mãe. A mulher para quem tecerei quando acorda, vê araras navegantes no mar verde que se estende até quando a vista não mais alcança. Abrirei as janelas e cortinas alaranjadas dançarão pelo ar acordando o dia frio e cinza com a cor dos mil sóis pulsantes do cerrado. Eu tecerei vestidos esverdeados com laço de Ogum para essa mulher, sua casa terá fitas amarelas de Oxum. No seus cabelos irão as cores de Nanã e à beira de sua cama noturna, o tapete de Iemanjá. É para ela que quero tecer, para essa mulher para quem o tempo não pára. Ela tem os olhos de ventania, boca de tempestades, língua relampejada. É para ela que tecerei um xale de silêncio, de sono acordado. A mulher para quem eu tecerei gosta do cheiro de mato e tem brincos de princesa na varanda do horizonte. Ela só quer a paz de todos os entardeceres onde possa descansar sem compromisso com os egos ou com os monstros do lago. À beira de uma janela quero sempre encontrá-la. E quando ela se levantar para ir embora em seu caminho, apenas cantarei as musicas que embalaram seu barco navegante no oceano de estrelas que ela sempre armazenou dentro do seu coração.

Imagem
Sydney Long (1871 – 1955) – “Sadder than a Single Star that Sets at Twilight in a Land of Reeds”, 1899

Anúncios

2 comentários sobre “A mulher para quem tecerei

  1. Lóris sua linda

    Só agora vi essa pérola. Que bom ver suas letras de novo minha amiga, vc as tece como niguém, tão doce e amorosamente. Que seja lindo esse renascer da Agnes e que eu tenha o privilégio de despertar o meu palavrear pra contigo dançar essa dança sagrada. Estou no trabalho agora, por isso nao posso me entreter ou escrever muito aqui, mas estou muito, muito, muito feliz e lisonjeada por poder bailar nessas suas palavras aladas. Te amo, beijos de cachecol de lã. 

    Camis

  2. Ah, que tamanha doçura emana desta alma de fada…gratidão pelo compartilhamento amoroso de seus mistérios femininos. Amo-te como bem sabes….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s