Bafos distantes

Nunca havia visto a cidade daquela maneira. Cinzenta, vento frio, o trânsito fluindo, homossexuais caídos pelos canteiros da principal avenida.

Passei pela rotatória e vi um rapaz sem camisa atrevessar a rua a passos pastosos. Suas costas estavam marcadas, o olhar parecia perdido e anestesiado. Poderia ser por causa de uma festa. Eram nove horas da manhã. Nas grandes e enlouquecidas capitais do Brasil é comum ver as pessoas com suas roupas psicodélicas costurando o tráfego na saída das boates, dos apartamentos. A pacata capital mais jovem do Brasil estaria, de fato, virando uma metrópole?

Nem de longe!

Daqui é possível sentir o cheiro dos outros lugares mas isso não é suficiente para que não me sinta isolada de uma forma específica.

Poderia ser porque as coisas, as pessoas… o mundo esteja assim mesmo: louco e trocando os passos. Poderia ser porque meu olhar não é mais o mesmo. E nunca é!

Agora chove e já não preocupa as memórias. As águas são realidade e não sinto saudades da seca embora as cores dos ipês me façam falta nos meus trajetos diários.

Cores, “tons sobre tons”, vivacidades com etiquetas nos corredores apertados, cordões e tecidos estampados. Às vezes acho que a cidade cinzenta não dá muita chance assim para os processos de expansão da alma. Sobram promessas nas esquinas, corpos caídos nos canteiros e maldades ressaqueadas. Mesmo que as veias estejam entupidas de álcool ainda é possível encontrar a esperança no olhar das crianças que despertam em paz diariamente. Quisera eu que fossem todas, sem exceção.

A cidade chama.  Cada vez mais pesam os chamados da vida real.

Enquanto encanta o riso da bailarina enlouquecida que ordenha a cabra que sua mãe deixou de herança, o dia raia lindo e novo!

Anúncios

Um comentário sobre “Bafos distantes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s